Domingo, 24 de Outubro de 2021
20°

Muitas nuvens

Campo Grande - MS

Geral Mato Grosso do Sul

Asfalto novo impulsiona vendas e diminui custos no comércio central de Dourados

Recapeamento na área central está com 77% das obras concluídasAs obras de recapeamento na área central de Dourados já estão refletindo diretamente ...

12/10/2021 às 11h40 Atualizada em 12/10/2021 às 15h50
Por: Campo Grande Fonte: Secom Mato Grosso do Sul
Compartilhe:
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Recapeamento na área central está com 77% das obras concluídas

As obras de recapeamento na área central de Dourados já estão refletindo diretamente nas vendas do comércio, que se recupera dos prejuízos causados pela pandemia. De acordo com o presidente da Associação Comercial e Empresarial (ACED), Nilson Aparecido dos Santos, antes da recuperação da malha asfáltica, os buracos nas vias afugentavam os consumidores.

“Chegava a ser constrangedor ouvir o que os visitantes de nossa cidade diziam ao chegar aqui, ao transitar pelos buracos. Hoje a nossa realidade é bem diferente. O comércio de Dourados está novamente atraindo clientes daqui e da região e isso tem impulsionado as vendas, o que gera emprego e renda às famílias douradenses. Foi uma importante obra do Governo do Estado para o nosso município”, ressaltou.

O presidente do Sindicato Rural de Dourados e empresário Angelo Ximenes também observou melhorias a partir do novo asfalto. Sócio proprietário de uma empresa de consultoria que fica na área central do município, ele destaca a situação da Rua Assis Haslem, que recebeu melhorias antes mesmo do quadrilátero central.

“Trata-se de uma importante via que dá acesso ao aeroporto, Exército e as universidades e transitar por ela antes do recape era uma missão difícil. Somente a minha empresa tem 10 veículos para atendimento ao produtor no campo e muitas vezes para escapar da buraqueira e dos prejuízos que ela causa, nós usamos estacionamento alternativo. Hoje, com o asfalto novo, reduzimos em 10% as despesas com manutenção de veículos. Em relação a área central de modo geral, antes das obras, era um calvário ir até um banco, um restaurante, e hoje esta triste realidade ficou para trás. A malha asfáltica está recuperada, graças a essa iniciativa do Governo do Estado”, ressalta.  

Obras

As obras de recapeamento na área central vão somar 213 mil metros quadrados de extensão.  O pavimento é feito para durar. Por isso, em boa parte das obras o asfalto antigo é completamente retirado e dá lugar a um novo, com espessura de 3 cm a 5 centímetros. A previsão de conclusão dos trabalhos é em junho de 2022. Ao todo, 77% das obras estão concluídas. 

De acordo com o secretário estadual de Infraestrutura, Eduardo Riedel, R$ 23 milhões estão sendo aplicados na obra, valores que movimentam a economia local, já que 90% de tudo que é aplicado nas obras é adquirido dentro do Estado. Em uma época de crise econômica causada pela pandemia, o recapeamento gera ainda 200 empregos diretos. “São dezenas de bairros que receberam pavimentação ao longo dos últimos anos, bem como o recapeamento nas principais avenidas como Marcelino Pires, Joaquim Teixeira Alves, Weimar Gonçalves Torres e Hayel Bon Facker. Desta vez todo o quadrilátero central, o que inclui 8 ruas e 60 transversais, estão sendo contemplados. O novo asfalto valoriza o comércio, mas principalmente a vida do cidadão, que tem mais segurança ao trafegar por ruas sem buracos”, afirma.   

A obra do quadrilátero central foi dividida em quatro setores e todos compreendem a restauração funcional do pavimento, drenagem de águas pluviais, sinalização viária, calçamento e acessibilidade das vias.     

O setor 1 foi delimitado, abrangendo as seguintes ruas: Aquidauana, Hilda B. Duarte, Avenida Weimar Gonçalves Torres e Rua Ponta Porã. O valor da obra é de R$ 5.564.723,71. Já para o setor 2 a obra foi contratada pelo valor de R$ 4.634.248,66; abrangendo as ruas: Barão do Rio Branco, Rua Brasil, Rua Joaquim Teixeira Alves e Avenida Weimar Gonçalves Torres.

No setor 3 serão revitalizados os trechos da rua Hilda B. Duarte e Firmino V. de Matos, Avenida Weimar Gonçalves Torres e Rua Ponta Porã. Serão investidos R$ 6.602.866,13. No setor 4 estão contempladas as ruas: Firmino V. de Matos e Floriano Peixoto e Avenida Weimar Gonçalves Torres e Rua Ponta Porã. O valor de investimento é de R$ 7.140.163,54.

O Governo do Estado já investiu R$ 22 milhões na modernização das principais avenidas de Dourados. Foram R$ 10 milhões para recapear oito quilômetros da Avenida Hayel Bon Faker; outros R$ 7, 3 milhões para restauração da Weimar Gonçalves Torres; mais R$ 11 milhões de investimentos na revitalização da Marcelino Pires; e R$ 3 milhões para a Rua Joaquim Teixeira Alves.

Waléria Araújo, Segov

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Campo Grande - MS Atualizado às 09h19 - Fonte: ClimaTempo
20°
Muitas nuvens

Mín. 23° Máx. 26°

Seg 27°C 20°C
Ter 29°C 17°C
Qua 30°C 20°C
Qui 30°C 22°C
Sex 28°C 20°C
Horóscopo
Áries
Touro
Gêmeos
Câncer
Leão
Virgem
Libra
Escorpião
Sagitário
Capricórnio
Aquário
Peixes