Sábado, 28 de Maio de 2022
31°

Poucas nuvens

Campo Grande - MS

Política POLITICA

Fábio Trad faz discurso emocionado em homenagem a PM que teve perna amputada em confronto

.

12/05/2022 às 14h29
Por: Campo Grande Fonte: ASSECOM
Compartilhe:
DIVILGACÃO
DIVILGACÃO

O deputado federal Fábio Trad (PSD/MS) subiu à tribuna da Câmara nesta semana para fazer um discurso emocionante em homenagem a Carlos Alberto dos Santos Aragaki, subtenente da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul.

 

Há cerca de dois meses, o policial, que integra o Batalhão de Operações Especiais (BOPE), participava de uma operação contra o narcotráfico no município de Antônio João, quando teve as pernas alvejadas por tiros de metralhadora e posteriormente um dos membros amputados.

 

''Pai, esposo, cidadão, homem de bem. Estava ele na defesa da sociedade, tentando impedir que as drogas invadissem o lar doce lar, brasileiro e brasileira! Ele estava na defesa da saúde pública, da paz social e do bem comum. Ele foi fuzilado nas pernas. Perdeu uma. A outra sangrou. E sangrou muito. Ele é o sacrifício e ainda sofre. Mas não se abateu porque é homem de alma bem formada'', disse o deputado. 

 

''Afinal, o bem sempre vence o mal? Ou o bem, mesmo sangrando, precisa lutar, resistir e continuar? Carlos continua porque o bem sobrevive mesmo quando o mal não se sente derrotado. É que o mal não existe, a não ser como a ausência do bem’’, refletiu. 

 

''É por isso que a tribuna fala, a tribuna ecoa e reverbera para todo o Brasil, que uma perna amputada de um herói fê-lo mais forte herói ainda. Porque sua voz e sua vida já não mais lhe pertencem, Carlos, mas a todos nós brasileiros que o admiramos como exemplo de servidor público’’. 

 

''Carlos Alberto dos Santos Aragaki, policial militar do Mato Grosso do Sul, orgulho do Brasil!'', finalizou o parlamentar.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários