Sábado, 25 de Junho de 2022
19°

Alguma nebulosidade

Campo Grande - MS

TRABALHO ALMS

Evander apresenta dois projetos para homenagear importantes figuras de Mato Grosso do Sul

.

27/05/2022 às 12h08
Por: Campo Grande Fonte: ASSECOM ALMS
Compartilhe:
ASSESSORIA
ASSESSORIA

O deputado estadual Evander Vendramini (Progressistas) protocolou dois projetos de lei na Assembleia Legislativa que homenageiam importantes cidadãos por sua trajetória em Mato Grosso do Sul. O PL 157/2022 denomina “Luiz Bernart Neto” a MS-338, no trecho que liga o entroncamento da Rodovia BR-060, localizado no município de Camapuã, ao entroncamento da Rodovia MS-357, no município de Ribas do Rio Pardo. Já o PL 159/2002, denomina o 3º Grupamento de Polícia Militar, com sede no distrito de Vista Alegre, pertencente a Maracaju, “Grupamento Cabo PM Antônio Marques Vaz”.

Luiz Bernart Neto veio para Mato Grosso do Sul em janeiro de 1972, para trabalhar em Sidrolândia. Em novembro de 1979, mudou-se para Camapuã, onde dedicou sua vida e trabalho à terra. Nas esferas da sociedade camapuanense, exerceu importantes papéis, tais como patrão do Clube do Laço, membro da Diretoria do Sindicato Rural municipal, fundador do Sicredi local e fundador do Conselho de Administração e Fiscal da Cooperativa dos Produtores Agropecuaristas de Camapuã, entre outros. Vítima da covid, Bernart Neto faleceu em fevereiro de 2021, aos 75 anos, deixando para parentes, familiares e amigos muitas lembranças, recordações e ensinamentos.

Antônio Marques Vaz ingressou nos quadros efetivos da Polícia Militar em 1974 e se aposentou em 1996, dedicando 22 anos de efetivos serviços em prol da segurança pública em Mato Grosso do Sul, sobretudo na região da Grande Dourados. Antes de ir para reserva, Cabo Vaz, como era conhecido, serviu no 3º Grupamento da PM em Vista Alegre. O militar faleceu em março passado, vítima de um acidente vascular cerebral, deixando, mais do que referências pessoais e profissionais, um legado a todos que o conheciam.

Agora, os projetos seguem para Comissão de Constituição, Justiça e Redação antes de retornarem ao Plenário para deliberações.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários